Espanhol: 5 Dicas para Aprender Espanhol em Casa

By | 21 de agosto de 2014

“Aprender espanhol? Mas eu já sei!”. Infelizmente, essa frase ainda é dita por muitas pessoas, pois as mesmas acreditam que pela similaridade entre o português e o espanhol, não é necessário estudar. No entanto, isso é um engano enorme!

Ainda que algumas palavras sejam parecidas, estamos falando sobre outro idioma, outra gramática e particularidades. Não estamos falando do velho e conhecido “portunhol falado” por todos.

Aprendendo Espanhol

Então, se você compreende essa questão e tem vontade de aprender esse idioma em casa, atente-se as cinco dicas que serão dadas aqui.

Deixando de lado o “pero que si, pero que no”…

É imprescindível que o estudante desse idioma, assim como qualquer outro, tenha paciência. Não é porque esse idioma se assemelha ao português que em pouquíssimo tempo, você atingirá a fluência. Fixe a dica número um: tudo ao seu tempo e com muita prática.

Como segunda dica, é aconselhável que você colete materiais diversos sobre o idioma. Ler fará com você desenvolva a oralidade, uma vez que o mais indicado é que faça a leitura em voz alta e pausadamente, assimilando bem o idioma. Isso lhe ajudará a memorizar as palavras e melhorará sua escrita também.

Falando em memorizar, a terceira dica para os estudos em casa é fazer um caderno, marcando palavras conhecidas, palavras que acabou de aprender, bem como expressões. Assim, em caso de dúvida, você poderá rapidamente consultar. Difere-se de um dicionário, pois é você quem explicará os termos e isso facilita bastante.

Como Aprender Espanhol Sozinho

Use a seu favor as tecnologias. Essa quarta dica diz respeito a aplicativos que lhe ajudam no idioma, dos quais podemos citar: Mosalingua, Duolingo, Babbel e outros. Se preferir, procure cursos online e baixe apostilas com vídeos e exercícios. De repente, em grupos do Facebook, você pode encontrar pessoas para praticar e até, quem sabe, criar algum vínculo de amizade.

Para finalizar, algo que não é material, mas é extremamente necessário é ter vontade e não ter medo do aprendizado. No começo poderá fraquejar, errar, mas não desista, pois de início, tudo é mais complexo, o que é normal.

Depois que obter conhecimentos teóricos e práticos com o idioma, você poderá ir além, como, por exemplo, viajando para algum país da América do Sul mesmo. Argentina e Uruguai são boas opções para colocar seu aprendizado em prática, pois somente assim poderá ter a vivência do espanhol, mesmo com a diferença de pronúncias de cada país.

Quem leu este artigo também leu:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *