Educa Mais Brasil: veja como funciona o programa de bolsas

By | 24 de setembro de 2014

Poder estudar é o maior sonho de adultos e jovens em todo o Brasil. E, muitas vezes, o acesso à educação é um dos fatores que mais afeta o trabalhador na busca por uma vaga no mercado de trabalho.

Pensando em quem mais precisa e almeja ter acesso a uma educação de qualidade, há 10 anos, o Instituto Educar criou o Programa Educa Mais Brasil, de inclusão educacional por meio da concessão de bolsas de estudo parciais em diversas instituições particulares do país.

Conheça o Educa Mais Brasil

O Programa Educa Mais Brasil oferece a possibilidade de acesso a bolsas de estudo através de parceria com mais de 4.700 instituições de ensino, entre universidades, faculdades, colégios, escolas técnicas e centros universitários, que concedem bolsas parciais (de até 50%) para diversos cursos: superior (graduação e pós-graduação), cursos técnicos presenciais e ensino básico.

Além disso, o programa oferece a possibilidade de ingresso em cursos na modalidade de ensino à distância (EAD), com bolsas de estudo que variam de 30 a 45% do valor da mensalidade.

Através do programa, mais de 200 mil alunos foram beneficiados com o acesso à educação, transformando a realidade de muitas famílias e contribuindo para a formação de profissionais e o desenvolvimento do país.

Educa Mais Brasil Como funciona o programa?

Do conforto de sua casa, você pode se inscrever nas diversas opções de cursos do Programa Educa Mais Brasil, que oferece todo o processo de forma virtual e gratuita. A solicitação da bolsa de estudo é realizada por meio de acesso ao site www.educamaisbrasil.com.br. Confira o passo a passo:

  1. Acesse o site e clique na opção “Inscreva-se gratuitamente”;
  2. Selecione o tipo de curso: graduação, pós-graduação, ensino básico, cursos técnicos, idiomas, cursos profissionalizantes, pré-vestibular e educação para jovens e adultos;
  3. Em seguida, preencha os campos “Estado”, “Cidade” e digite o nome do curso que deseja fazer, clicando na lupa na sequência;
  4. Após a escolha do curso, você deverá digitar seu CPF para iniciar o cadastro no portal;
  5. Preencha todo o restante do cadastro, informando seus dados pessoais, formas de contato, como conheceu o programa e o questionário socioeconômico, clique na declaração de veracidade das informações e confirme os dados.

 Agora é só aguardar pela resposta. Se for contemplado pelo programa, chegará uma carta de aprovação em seu e-mail informado no cadastro, que você deverá apresentar na instituição de ensino para confirmar a concessão de sua bolsa. Espero que tenham curtido essas super dicas e que consigam se inscrever com sucesso.

Quem leu este artigo também leu:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *